Segunda-feira, 26 de Dezembro de 2011

Boneco mentiroso

Era uma boneca que sofria com os sentimentos de outras pessoas, e que para muitas era a melhor conselheira e amiga,

Conseguia me interrogar e colocar-me no lugar delas, e olhava-as com pequenas gotas já correndo plos olhos meus, até que um dia algum gesto ,mudou a boneca ingénua que existia dentro do meu coração!.

 

Começei a avaliar os pequenos gestos, as atitudes, as pessoas a quem eu ajudava, aqueles que me retribuiam não com valor material, mas sim sentimental, como estarem quando eu percisasse, e soubesses depois guardar segredo de algo que eu outrora contei, assim tive a minha primeira prova, eram 5h da tarde, estava em casa . no sofá, estava dando a serie da tarde, e uma rapariga esbelta, que considerava melhor amiga, a sempre aquelas diferentes do resto mundo, algo magíco que descobrimos, a pura e verdadeira amizade, assim eu a descubri com uma linda mulher um ano mais nova que eu.!

 

Pois naquele dia, o desgosto foi comigo própria procurei a minha boneca, em vez de ter sido eu própria a ajudar pos outros como nos outros dias, e contei o que comigo se passada, já desgastada, em lágrimas, e não sabendo o que fazer a seguir, pedi ajuda para não perder a cabeça, um dia abri os olhos , recebo um telefonema de alguem com quem ja tinha partilhado vida, e fez-me pensar se essa boneca com quem eu outrora conversei era honesta, sincera, e pura.

 

Olhei para o espelho, ele rachou, fintei o olhar naquele que chamaria de amor, estava na cama deitado num quente ardor dos lencois, e eu deitei uma gota dos meus olhos, pois não saberia ao que chamar tal acontecimento se traicao, se desiluzao, se uma falha de crescimento, o que era??

Só sabia lembrar.me da tal boneca em quem eu confiei, naquela que eu pensava ser a pessoa para mim melhor do mundo, o sonho de qualquer amizade, mas deitei-me sobre a minha almofada, pousei a cabeça o assunto que me abalava, e chorei durante toda a noite, perguntava o porque de tudo aquilo, porque que destruiram sempre tudo o que eu tive, numca pondo a culpa em ningém, mas sempre quase em mim, fui tosca, fui uma pessoa menus boa para mim própria, não consegui avaliar esse momento, rebaixei-me, fiz todas as bonecas e bonecos que conhecia se colocarem na minha vida, numca pensei num momento qe fosse em mim, no qe eu sentia, e ai sim, depois de muitos dias, a pessoa que eu pensava que numca seria minha, abracou.me, deu-me o apoio que numca tive, e me disse " Não se chamam bonecos, mas sim amigos", e eu cresci, muito mesmo, e com um pequeno gesto ergui.me , apenas levantei a cabeça, para me mostrar forte quanto a tudo, e ligei a quem considerava boneca, e disse " Perfiro estar sem ninguem do que com a merda da tua companhia" e assim dias e dias passaram, meses!.

 

E um dia de sol, onde estava a batalhar pelo bem mais precioso o que tanto eu amava, o tal amigo, me disse: fico contigo, mas numca mais me desiludas, aí eu aprendi a perduar, nas sobretudo a valorizar os que menos ligei, pois esses eram os verdadeiros amigos, aqueles que me ajudaram num momento tao dificil do meu ser, do meu viver, Obrigado, a todos, aos bonecos(amigos), aos falsos ( Nenucos), e a toodos que contribuiram para qe hoje me tornasse uma pessoa cheia de força e coragem, para derrubar qualquer um qe não me agrade no meu caminho.!

 

E se me perguntarem se sou revoltada? Direi sempre: Numca, porque eu sei o que sou e fui|.

publicado por verdadetransparente às 19:57
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.posts recentes

. Liberdade de expressão

. Pensamento Neutro

. Boneco mentiroso

. Desencontros

. Jogo a dois

. Sentimento Inverso

.arquivos

. Dezembro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

blogs SAPO

.subscrever feeds