Terça-feira, 8 de Novembro de 2011

Sentimento Inverso

 

Podem chamar, chamar melancolia, aos sentimentos, quando duas pessoas gostam uma da outra, como podem mesmo, dizer que o amor não existe, ou simplesmente aparece uma só vez na vida de alguém, eu hoje resolvi recomeçar de novo, fazer aquilo que não consegui até este dia.

Passei dias em que me culpava por coisas insignificantes, coisas supérfluas, e quantas vezes por isso magoei quem realmente gostava de mim, por vezes nos não entendemos quem somos na verdade, pensamos que nada nos corre bem, somos umas infelizes porque o 1 amor não resultou, ou porque os nossos pais nunca estiveram ao nosso lado, hoje resolvi, pôr-me a pensar e sinceramente deixar o sentimento de pena que os outros tem por mim, e dar-lhes um sentimento de vitória.

 

Ao longo dos anos aprendi coisas que ninguém me ensinou , por vezes a momentos na nossa vida, que não servem apenas de recordação mas sim de aprendizagem, momentos esses ou faces da vida tal como as identifico, que servem para nos tornarmos mulheres, e deixarmos aquela pequena criança que existia dentro de nos, aos poucos tentei que o tempo fosse apagando algumas memórias, alguns sinais, enfim tudo o que me faz deixar em baixo, com menos força, e os meus olhos quantas vezes se enublaram e deitaram pequenas gotas, quando tentava exprimir ou achar um porque para as coisas, hoje penso que o que conquisto é meu, se as perder são porque nunca as tive realmente, se voltarem é porque as conquistei e mereci.

 

A minha pequena esperança, numca morreu foi ficando mais pequena, mas com os anos, voltou a renascer, não direi por inteira, porque elas não matam, mas moem, e o que não nos mata nos torna mais fortes, no entanto hoje aprendi o que são sentimentos, o que são verdades, o que é o amor, o que são recordações, mas sobretudo o que é a vida, é dura e confesso a cada dia que passa fico mais cansada de a viver, mas eu nasci e para sobrevever a lei da vida, as tristezas, aos desgostos, as infedelidades, a tudo o que outrora numca me passou pla cabeça sentir, hoje mulher escrevo sim mas com outra cura, a cura de ser feliz, e viver a vida como eu aprendi. Simplesmente a minha maneira.

 

Quando me sinto mais em baixo, tento sempre pensar no amanhã, no que ainda poderei fazer, ter, ou mesmo conquistar, se não acontecer posso ter o meu momento de sonho, isso ja faz com que a minha tristeza me dê um sorriso no rosto e força, para alcançar as próximas derrotas, assim aprendi que o tempo é talvez uma grande cura, mas a nossa cabeça o nosso psicológico e que fazem mudar as coisas, ser melhor não e ser perfeito, ao contrário do que pensava e era aí que estava a errar, aprendi que não podemos agradar a todos, que nem sempre os feitios são iguais, e nem sempre as pessoas pensam da mesma forma em ocasiões que secalhar perferias que essa te agarrasse e pedisse para ficar, ou mesmo que essa te beijasse e disse-se é para sempre ... Aprendi uma grande verdade "Isso nao existe"..

 

publicado por verdadetransparente às 00:53
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.posts recentes

. Liberdade de expressão

. Pensamento Neutro

. Boneco mentiroso

. Desencontros

. Jogo a dois

. Sentimento Inverso

.arquivos

. Dezembro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

blogs SAPO

.subscrever feeds